Mostre-me um exemplo TRIBUNA DE URUGUAIANA: Homenagem ao Dia dos Pais, por Gabriel Novis Neves

9 de ago de 2015

Homenagem ao Dia dos Pais, por Gabriel Novis Neves

Homenagem aos pais 
Fatores comerciais à parte, que são os principais responsáveis pelas inúmeras comemorações do Dia dos Pais, as homenagens a eles são válidas. 
Discordo apenas em que haja um dia apropriado para isso. 
Afinal, essa figura, quando presente, é da maior importância na vida de todos nós, merecendo atenção especial diariamente. 
Quando envelhecemos, nossas mais remotas lembranças  estão sempre ligadas aos exemplos que os pais nos deixaram. 
São eles os responsáveis por todos os nossos valores futuros e formação de nossa personalidade, tais como respeito total ao próximo  e, principalmente, a nós mesmos. 
De minha parte, recebi os primeiros “não” que me marcariam e me preparariam para o mundo desumano que me esperava. 
Fui fortificado como pessoa para a imensa solidão que me acompanharia por toda a vida. 
Aprendi a me amar antes de amar os outros, pois só assim teria condição de entrega nos meus futuros relacionamentos. 
Fui advertido de que religião era opção pessoal e que só depois de adulto seria capaz de avaliar quais dogmas ou mitos poderiam me interessar, caso isso viesse a ocorrer. 
Fui advertido também de que não precisava concordar com todas as mentiras e conceitos que nos impõem no dia a dia. 
Questionar é o que nos distingue dos outros seres da natureza. 
Fui advertido a ser patriota todos os dias e a não me envolver histericamente numa bandeira apenas motivado por competições esportivas, único momento em que o hino nacional do meu país é cantado com emoção. 
Meu pai me ensinou a crescer cônscio de que a independência econômica á única maneira possível de galgar liberdade. 
Ensinou-me também que o mundo é bem maior do que aquele simplesmente delimitado por fronteiras, e que irmãos são todos que povoam a Terra. 
Sem valores éticos e humanitários não existimos como pessoas. 
De minha parte, só tenho a agradecer ao lar em que fui gerado que, apesar das dificuldades econômicas que enfrentávamos, sobravam compreensão e amor. 
Obrigado pai, o mundo me devolveu em dobro todas as alegrias que os seus sábios ensinamentos me propiciaram! 

Nenhum comentário: