Mostre-me um exemplo TRIBUNA DE URUGUAIANA: Ministério da Saúde responde a repúdio dos vereadores de Uruguaiana

2 de ago de 2017

Ministério da Saúde responde a repúdio dos vereadores de Uruguaiana


A Câmara de Uruguaiana manifestou-se ao Governo Federal em repúdio ao fechamento das unidades próprias do Programa Farmácia Popular em maio. A Mesa Diretora, presidida pelo vereador Fernando Tarragó (PSD), e demais vereadores, expuseram a preocupação com o fato, que deverá custar mais caro aos cofres públicos e, consequentemente, à população.

        Em resposta a moção o Ministério da Saúde encaminhou Nota Técnica elaborada pelo Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos.

        Nela foi confirmado que as unidades serão desabilitadas, conforme cronograma do Ministério da Saúde. A decisão pelo fim do repasse de manutenção às unidades da Rede Própria do Programa Farmácia Popular envolveu representantes dos gestores estaduais, municipais e do governo federal, que participam da Comissão Intergestores Tripartite, proferida em reunião da CIT do dia 30 de março de 2017.

        De acordo com o notificado, o programa configura-se numa ação do Governo Federal que visa a complementação à distribuição de medicamentos garantida pelo Sistema Único de Saúde (SUS), oferecendo alternativa de acesso à Assistência Farmacêutica de forma que não substitui as ações e programas de responsabilidade dos gestores de saúde nas três esferas de governo. Assim informa-se ainda que além das unidades ou postos de saúde, a população poderá procurar uma farmácia ou drogaria credenciada no “Aqui tem Farmácia Popular”.

Studio na Colab55

Nenhum comentário: