Mostre-me um exemplo TRIBUNA DE URUGUAIANA: Prefeito contesta versão de crime ambiental - Uruguaiana.

22 de jan de 2014

Prefeito contesta versão de crime ambiental - Uruguaiana.




O prefeito Luiz Augusto Schneider destaca que todos os procedimentos realizados para abertura de uma quadra da rua João Manoel, entre Eustáquio Ormazabal e Íris Ferrari Valls, foram acompanhados, desde o início, por técnicos da Secretaria Municipal de Meio Ambiente. No local foram retirados pequenos arbustos que se desenvolveram devido a passagem de esgoto pelos  terrenos. Nesta quadra, a Prefeitura Municipal de Uruguaiana implantará um projeto de revitalização, dando condições para que a população possa usufruir das margens do rio Uruguaiana, com a colocação de bancos, arborização adequada e estacionamento.
Vale esclarecer que houve consulta junto a Diretoria de Licenciamento Ambiental do Ministério do Meio Ambiente (DILIC/IBAMA), que a competência ambiental neste caso é municipal. Destaca a analista ambiental da DILIC, em 16 de setembro de 2013, que “a consulta em tela refere-se ao licenciamento de um parque municipal localizado na margem do Rio Uruguai na divisa entre o Brasil e a Argentina. Considerando que o projeto está restrito à margem brasileira do rio, não estando, portanto, localizado conjuntamente no Brasil e em país limítrofe, resta afastada a competência federal. Também, merece nota documento encaminhado pela senhora Viviene Gonçalves Souza Cezimbra, datado de 29 de outubro de 2009, endereçado ao então secretário municipal de Obras, Eloy Trojan, solicitando a abertura desta rua. Na referida solicitação, a munícipe informa que desde 29 de fevereiro de 2000 busca a abertura da rua e a retirada de um ocupante da via pública. Em 28 de março de 2013, o prefeito Luiz Augusto Schneider recebeu ofício assinado pelo presidente do Clube Martim Pescador, Paulo César Maia Oliveira, solicitando a continuidade da rua João Manoel até a rua Eustáquio Ormazabal. O secretário municipal de Meio Ambiente, professor Francisco Robalo Fernandes que participou de todo processo está em férias.    

Um comentário:

Anônimo disse...

Quem fez a denúncia? Foi em que órgão de imprensa? Por acaso, foi no Diário do Felice?