Mostre-me um exemplo TRIBUNA DE URUGUAIANA: Ganhos e perdas, por Gabriel Novis Neves

3 de nov de 2014

Ganhos e perdas, por Gabriel Novis Neves

Somente com o passar dos anos é que podemos avaliar se certas decisões que tomamos ao longo da nossa vida foram acertadas ou não. 
No momento da escolha, considerando os elementos envolvidos e o nosso estado emocional, sempre escolhemos o que nos parece o melhor para a nossa caminhada. 
Com o tempo, ainda mais quando este fica elástico, temos uma visão dos nossos acertos e erros no instante da escolha. 
Assim é a vida, cheia de decisões.
Há pouco tomei uma delas que protelei por trinta e oito anos, conscientemente. 
Nesse período corri risco de vida, especialmente durante o sono.
Quando percebi que precisava ficar alguns anos por aqui desisti da “morte natural dormindo”, sonho de quase todos os humanos para fechar seu ciclo vital. 
Decidi então seguir o conselho do meu cardiologista e corrigir a falha de transmissão de energia para o meu coração – implantar um marca-passo, com eletrodos nos ventrículos e aurículas. 
O cardiologista cirurgião, o anestesista, o cirurgião cardiovascular, o instrumentador, os circulantes, o hospital e o horário do procedimento, foram escolhidos pela eficiente equipe multidisciplinar 
Cumpri rigorosamente as normas do serviço de eletrofisiologia, e o ato cirúrgico foi feito com anestesia local, e durou trinta e cinco minutos. Após vinte e quatro horas, alta hospitalar sem medicação. 
Importante citar que o chefe da equipe que me assistiu é um professor da UFMT e o cardiologista que realizou a implantação do marca-passo é nosso ex-aluno. 
A escola de medicina da UFMT foi criada para prestar serviços médicos de qualidade a toda a sociedade, e não somente às classes menos favorecidas social e economicamente. 
A discriminação faz com que aconteça farta migração do grupo mais favorecido economicamente para centros maiores.
Ganhei na minha decisão de operar aqui.Saboreei uma medicina competitiva com os melhores centros e recebi o que falta no atendimento médico, que é a solidariedade e, principalmente, humanização.
Obrigado meus meninos! Vocês são vencedores!
Valeu investir em educação de qualidade!

Nenhum comentário: