Mostre-me um exemplo TRIBUNA DE URUGUAIANA: Entressafra, por Gabriel Novis Neves

19 de jan de 2015

Entressafra, por Gabriel Novis Neves

Entressafra 
No período de transição entre um governo e outro é complicado escrever sobre notícias alvissareiras. 
As novidades são as de sempre - repetitivas, ou melhor, não existem. 
Páginas policiais, estas sim, cada vez mais preenchidas robustamente por crimes e escândalos sem precedentes. 
A situação não motiva em nada a leitura. É um mar de hipocrisia explorando politicamente a crença de milhões de cidadãos. 
Procuro, quando assim, seguir o conselho de Vinícius de Moraes que dizia ser a vida, a arte do encontro, embora haja tanto desencontro pela vida. 
Ainda madrugada eu telefono para o editor do “site que ninguém lê” para saber se há novidades. 
Ironicamente o jornalista me responde que o Brasil pediu auxílio ao Papa Francisco para interceder junto ao governo da Indonésia na suspensão da execução do brasileiro pego em flagrante fazendo tráfico de cocaína naquele país. 
Lá as leis são rígidas com relação a esse mercado de drogas e a punição é a pena de morte, após longo e prolongado processo. 
O porta-voz do governo, aquele que ficou famoso quando da queda do avião da TAM em Congonhas, com morte de todos os passageiros e tripulantes, afirmou que o governo da Indonésia ficou muito mal não atendendo ao apelo da Presidente da República. 
Diante de tanta ambiguidade fica fácil compreender o que acontece nesta nação onde leis não são feitas para serem cumpridas. 
Não conseguimos entender que ainda haja lugares no mundo onde isso possa acontecer. 
Para quem encosta-se aos 80 anos, olhar para trás é quase uma obsessão, já que a nostalgia é o mais curto caminho para o envelhecimento com perda de interesse pela vida. 
Nada vislumbramos no futuro, que nos parece incerto e, nessa situação, o melhor é voltar ao passado - nos ensinam os psicoterapeutas. 
Na maioria das vezes temos a ilusão que o que passou sempre foi melhor que o presente. 
O sonho de encontrar as pessoas certas para os lugares certos é missão quase impossível no nosso modo de governar. 
Nesse panorama caótico reconhecemos virtudes nas limitações dos escolhidos para o exercício do poder. 
Torcemos para que esta entressafra moral e ética seja breve. 
O Brasil não suporta mais esperar por dias melhores! 

Nenhum comentário: