Mostre-me um exemplo TRIBUNA DE URUGUAIANA: Sem preocupação, por Gabriel Novis Neves

2 de mai de 2015

Sem preocupação, por Gabriel Novis Neves

Sem preocupação 
Assisti por vídeo a entrevista do digno Ministro da Justiça que afirmou, peremptoriamente, que “não há razão para ficar preocupado com a corrupção” reinante neste país.
Falou sobre o escândalo da Petrobras à Agência France Press, e disse que o combate à corrupção vem evoluindo de uma política de governo para uma política de Estado.
Continuou dizendo que, para quem conhece o Estado brasileiro  da maneira como se coloca hoje, e a Presidente Dilma, na firmeza de lutar contra a corrupção respeitando a Constituição, não tem motivos para se preocupar.
O governo adquiriu maturidade para enfrentar a corrupção da Petrobras e dos demais órgãos governamentais, pois tem uma posição firme nesse sentido.
O ministro encerrou a entrevista aos correspondentes franceses dizendo estar tranquilo quando o assunto é a corrupção que assola este país.
Bobos são os milhões de brasileiros que saem às ruas implorando o fim dessa praga que está acabando com a nossa nação.
Os milhões de dólares surrupiados da estatal do petróleo não são absolutamente motivo de preocupação, segundo o senhor Ministro da Justiça.  São desprezíveis, no que tange ao desenvolvimento do Brasil.
Os cortes praticados pelo ajuste fiscal desapareceram com muitas conquistas sociais dos nossos trabalhadores.
Recursos, como os destinados para a preservação da mata amazônica, foram cortados em mais de setenta por cento para este ano.
Nosso Estado continua sendo o campeão do desmatamento.
Não há recursos para uma educação de base - muito menos para as prometidas creches -, qualificação e atualização dos nossos professores e um salário digno.
As crises graves nesse, como em outros segmentos sociais, pipocam por todo o território nacional.
A saúde totalmente sucateada, sem uma luz no final do túnel. Nossa infraestrutura destruída, afastando o Brasil dos mercados internacionais competidores.
Crianças são abandonadas, vítimas dos barões do crime organizado e das drogas ilícitas.
Se esses problemas, agravados pelos desvios de recursos, não preocupam o senhor ministro, então, alguém está vivendo em outro mundo.
A corrupção preocupa sim, e muito, o trabalhador brasileiro, que vê o seu esforço sendo desviado pelos agentes públicos e políticos inescrupulosos.
Ouçam as ruas senhores governantes! Somente então ficarão preocupados com a corrupção, sim.

Nenhum comentário: