Mostre-me um exemplo TRIBUNA DE URUGUAIANA: Novidade, por Gabriel Novis Neves

14 de ago de 2015

Novidade, por Gabriel Novis Neves

Novidade 
Não há como não aceitar que estamos vivendo, talvez pela primeira vez, uma luta de classes no Brasil. 
Os dois últimos governos priorizaram políticas sociais que atenderam, prioritariamente, duas classes - a “A” e a “C”. 
Fora disso ficou toda uma classe média, desvalorizada em seus salários e extorquida por impostos exorbitantes.  
Daí, a enorme injustiça social galopante e essa sensação generalizada da divisão do poder em castas. 
Esta é a nova realidade brasileira!  
Economistas liberais pregam que os empresários brasileiros são incompetentes e muito protegidos quando, o que existe, na verdade, é que não estão preparados para o mercado altamente competitivo. 
Isso gerou um ódio da classe mais alta, segundo Luís Fernando Verissimo, a um partido político e ao seu presidente. 
Há uma luta de classes, segundo o professor Bresser Pereira, que foi ministro de Sarney e de Fernando Henrique Cardoso, e ódio ao partido do governo. 
“Os brasileiros se revelam incapazes de formular uma visão de desenvolvimento, crítico do processo de entrega de boa parte do nosso excedente a estrangeiros. Tudo vai para o consumo. É o paraíso da não nação”.  
O momento político é complicado e as instituições estão enfraquecidas pelos escândalos que assolam este país, impedindo um pacto nacional para a retomada do desenvolvimento e desarmamento dos espíritos.
O ódio nada constrói! O Brasil está em um dos piores momentos políticos da sua historia, necessitando de uma união nacional, onde empresários e trabalhadores possam conviver em harmonia, e com o mínimo de dignidade para os menos favorecidos. 
Acredito que este verdadeiro “fenômeno” seja passageiro e o nosso país reencontrará a sua verdadeira vocação - que é o desenvolvimento sustentável.

Nenhum comentário: