Mostre-me um exemplo TRIBUNA DE URUGUAIANA: PS sofre com falta de médicos devido atraso salarial - Uruguaiana

6 de mar de 2017

PS sofre com falta de médicos devido atraso salarial - Uruguaiana

A Comissão de Serviços Municipais, Saúde, Educação, Segurança Pública, Desenvolvimento Econômico e Mercosul da Câmara de Uruguaiana iniciou nesta segunda-feira (06), trabalho de fiscalização do funcionamento de órgãos de atendimento à saúde.

Os vereadores estiveram no Pronto Socorro do Hospital Santa Casa de Caridade verificando a operacionalidade do serviço.

Na ocasião, os parlamentares indagaram acompanhantes de pacientes presentes no local e foram recebidos pelo responsável técnico do PS, médico Luiz Fernando Cibin. O profissional explanou sobre o mecanismo de triagem adotado para atendimento que determina a urgência dos casos e a dificuldade de preenchimento da escala de trabalho para médicos em razão da falta de pagamento.

Desde novembro não há pagamento integral dos salários, assim é recorrente a falta de médico nas áreas de não emergência, sendo agravada a situação nos finais de semana. “Não conseguimos sempre médicos dispostos a trabalhar sem estarem recebendo seus salários”, afirmou Cibin.

Para o regular o atendimento é necessária presença de dois médicos no PS e recorrentemente somente um está disponível. “Com certeza o problema é resolvido com a regularização dos salários”, garantiu o profissional ao relatar o quadro.

Durante a manifestação, foi esclarecida a metodologia de triagem dos pacientes para determina a ordem de gravidade, sendo classificados para área Vermelha (emergência com atendimento imediato), Amarela (urgente com atendimento em até 60 minutos), Verde (pouco urgente até 120 minutos) e Azul (não urgente com até 240 minutos). Ainda destacada a parceria com a Secretaria Municipal de Saúde que recebe pacientes em determinados casos.

A Comissão de Serviços Municipais e Saúde, presidida por Clemente Corrêa,  buscará informações complementares sobre a situação financeira da entidade para contribuir com a melhora do atendimento, notificando a direção do Hospital e o Executivo sobre a situação.

Nenhum comentário: