Mostre-me um exemplo TRIBUNA DE URUGUAIANA: Professores do ensino privado aprovam propostas para acordo

14 de mai de 2017

Professores do ensino privado aprovam propostas para acordo



Os professores do ensino privado aprovaram em Assembleia Geral neste final de semana, em Porto Alegre, as propostas para as Convenções Coletivas de Trabalho 2017 com o sindicato patronal (Sinepe/RS). A reuniões de negociação ocorreram nos meses de março e abril e os itens das propostas aprovadas foram:

Educação básica: reajuste de 5,5% retroativo a março, a ser pago junto com o salário de maio; ampliação de um aluno nos limites por turma na educação infantil e 1º ano do ensino fundamental e manutenção das demais cláusulas da CCT 2016.

Educação superior: reajuste de 5% retroativo a março, a ser pago junto com o salário de maio; revogação do parágrafo primeiro da Cláusula 27 da CCT 2016 e manutenção das demais cláusulas da CCT 2016.

A assembleia também fez uma avaliação positiva sobre a participação dos professores na Greve Geral do dia 28 de abril em todo o estado. Foi ratificada a continuidade do Sinpro/RS e dos professores na luta contra as reformas da Previdência e trabalhista e aprovado o indicativo de participação da categoria em uma possível nova greve geral a ser realizada no mês de junho.

ENSINO PRIVADO
No RS, o ensino privado conta com mais de 35 mil professores que atuam na educação básica e na educação superior das instituições privadas de ensino.


Studio na Colab55

Nenhum comentário: