Mostre-me um exemplo TRIBUNA DE URUGUAIANA: Fazer a hora, por Gabriel Novis Neves

7 de fev de 2015

Fazer a hora, por Gabriel Novis Neves

Fazer a hora 
Geraldo Vandré na década de sessenta teve a felicidade de compor uma música que se tornou o hino oficial dos estudantes que lutavam contra a ditadura militar. 
“Quem sabe faz a hora não espera acontecer”... era o que ouvíamos em todas as manifestações contra o regime instalado no Brasil. 
Até hoje nos protestos de rua quando alguém puxa o velho refrão é logo acompanhado por todos. 
Se os nossos políticos refletissem sobre esse verso da canção de título romântico (Para não dizer que não falei das flores) este país seria outro, bem melhor. 
Quantos dissabores, aborrecimentos e tragédias seriam evitados. 
Como exemplo recente: se a presidente não se candidatasse à reeleição, muitas esperanças estariam a nos alimentar neste momento de crise mundial. 
Na sequência do “se” está a grande mensagem da humildade inexistente em quase todos os nossos governantes, muitos adeptos do autoritarismo e da prepotência. 
O resultado é o esgarçamento da corda do poder, que sempre rompe do lado mais fraco, que é o da classe dos trabalhadores. 
Os desmandos dos quais somos vítimas tem como causa principal o desgaste de um prolongado exercício do poder. 
O apego às benesses dessa função de grande visibilidade, aliado ao inevitável charme das mordomias, faz com que erros visíveis e imperdoáveis se transformem em pequenos deslizes por aqueles que têm por obrigação zelar pelo patrimônio nacional. 
Alguns, que há décadas trafegam com desenvoltura pelas altas esferas do poder, de há muito deveriam ter abandonado seus postos para o necessário rejuvenescimento do nosso sistema governamental. 
Jovens entram na “profissão de políticos” e, já gagás, com um passado de inutilidades, muitas vezes nada abonador, insistem, como na antiga marchinha carnavalesca, com o “daqui não saio, daqui ninguém me tira”. 
A carneirada a tudo acompanha com resignação. 
Um dia “a casa cai”, e a culpa será da democracia. 
Chegou o momento dos nossos mandatários fazerem a hora, pois o país já não os aguenta mais.

Nenhum comentário: