Mostre-me um exemplo TRIBUNA DE URUGUAIANA: Uruguaiana terá o SIT – Sistema Integrado de Transporte.

18 de ago de 2015

Uruguaiana terá o SIT – Sistema Integrado de Transporte.

O Plano de Mobilidade Urbana, elaborado Poder Executivo, é considerado a solução mais concreta para a estruturação da mobilidade em Uruguaiana. Neste processo, destaca-se a real possibilidade de resolver definitivamente a precariedade do transporte coletivo urbano de Uruguaiana.  Reunido durante este final de semana com o Engenheiro de Planejamento de Transportes, Francisco Horbe, coordenador do Plano de Mobilidade Urbana no Município, o Prefeito Schneider deu um importante passo rumo à inserção de um sistema de transporte coletivo adequado para a cidade. Durante a reunião foi apresentado ao prefeito o Sistema Integrado de Transporte – SIT, que consiste em uma nova dinâmica de funcionamento do transporte urbano, baseado em modelos inovadores, modernos, que irá priorizar um melhor atendimento ao usuário.
O SISTEMA DE INTEGRADO DE TRANSPORTE - Com o intuito de levar ao usuário maior aceleridade no trajeto percorrido pelos ônibus urbanos, a primeira mudança visível no projeto é a Redistribuição das linhas, ou seja, não haverá mais linhas que vão de um extremo ao outro da cidade, causando uma demorada demasiada ao usuário em chegar ao seu destino. Ao invés disso, será inserida uma frota maior de veículos, sendo que cada conjunto de bairros identificados por sua aproximidade um do outro, irá receber uma troncal. Ao todo serão 7 troncais espalhadas pela cidade. Além disso, o novo sistema de transporte urbano contará com uma inovação. A inserção de uma circular, uma linha expressa, abrangendo a área central da cidade. Essa linha também estará conectada as troncais.  Tanto as linhas troncais, como a circular, estarão interligadas através do Terminal de Ônibus e o tempo médio estimado de viagem entre o bairro centro e vice-versa será de 20 min. Hoje o tempo do trajeto das linhas atuantes é de 50 minutos.
O QUE É UMA TRONCAL? Linha que opera onde há grande concentração de demanda com a função principal de realizar a distribuição dessa demanda. O Sistema Integrado de Transporte de Uruguaiana será composto por 7 troncais, ligando o bairro ao centro (parada final: terminal de ônibus), em um trajeto que levará o tempo médio de 20 min. O diferencial é o aumento da frequência que o ônibus estará passando nas paradas do seu bairro.
EXEMPLO: A linha 1003 leva em torno de 50min para fazer todo o seu trajeto, quer dizer o usuário que entra no ônibus no Bairro Profilurb e tem como destino o Bairro João Paulo II, levará esse tempo estimado dentro do veículo. A substituição dessa linha por uma troncal irá reduzir esse tempo/percurso.
O QUE É UMA CIRCULAR? Linha que liga várias regiões da cidade, formando um circuito fechado, no caso mais comum, com a zona central localizada mais ou menos no centro do círculo. Algumas vezes se utilizam linhas circulares passando pela área central. Em geral, são utilizados pares de linhas circulares girando em sentidos opostos para reduzir a distância entre as regiões. 
EXEMPLO: Essa modalidade é inédita na cidade e irá possibilitar o usuário se deslocar de forma rápida dentro da área envolvida pela circular.
O QUE É O CARTÃO DO USUÁRIO? Outra inovação é a criação do cartão de embarque, que nada mais é, que a disponibilidade de um cartão para a compra de créditos (passagens), para o uso do sistema. Com esse cartão, você poderá, por exemplo, pagar uma única viagem e poder pegar dois ônibus ou mais, caso for necessário para chegar ao seu destino final.

EXEMPLO - Um usuário, morador do Bairro Mascarenhas de Moraes, utiliza o transporte pública tendo como destino o Bairro Cabo Luiz Quevedo. Ao embarcar no ônibus, o usuário com uma única tarifa irá até o Terminal Central e lá embarca em outro ônibus que o leve até o seu destino final sem a necessidade de pagar novamente, ou seja, você paga uma única vez para chegar onde deseja. O Sistema Integrado de Transporte é uma proposta ramificada no Plano de Mobilidade Urbana que vêm sendo elaborado pelo Município sob a coordenação do Engenheiro Francisco Horbe. Com a elaboração do Plano, aprovação por parte da Câmara e posterior criação da Lei Municipal de Mobilidade Urbana, o Poder Executivo poderá, enfim, elaborar um edital para contratação das novas empresas para prestar o serviço, baseado nas diretrizes dispostas em Lei. Dessa forma o tramite correrá sem o risco de impugnações ou liminares judiciais que impossibilite o andamento do certame.

Nenhum comentário: