Mostre-me um exemplo TRIBUNA DE URUGUAIANA: Repetição, por Gabriel Novis Neves

28 de dez de 2015

Repetição, por Gabriel Novis Neves

Repetição 
Tenho um amigo jornalista do qual sou grande admirador. 
Certa ocasião, em conversa informal, revelou-me que só publicava em seu blog notícias que não estão na mídia, pois estas já foram lidas e relidas, vistas e ouvidas à exaustão.  
Preenchia o seu espaço com notícias culturais e informações úteis, ou então, com artigos e crônicas não pasteurizadas. 
Concordei com o competente mestre. Estamos intoxicados de assuntos repetitivos, com anorexia para a leitura dos jornais e noticiário de televisão. 
Com essa turbulência política, até canais pagos trocam suas excelentes programações e dedicam o seu tempo transmitindo as sessões do Congresso Nacional. 
Posteriormente, os seus jornais repetem as notícias fartamente divulgadas durante todo o dia. 
Ficamos sem alternativa para usufruir de bons programas de lazer e aprimoramento cultural. 
Dezembro deveria ser um mês de festas e confraternizações. 
Foi transformado em um terrorismo de más notícias políticas, econômicas, sociais, em um planeta de intolerância de todas as ordens.  
Infelizmente, são essas notícias que são consumidas pela maioria da nossa população. 
Até os chineses querem saber o que acontece na terra de Pedro Álvares Cabral! 
Enquanto isso, países detentores de moeda forte, como o dólar e o euro, estão comprando tudo que é bom por aqui a preço de banana. 
Estamos pagando um preço altíssimo por esse modelo político que democraticamente escolhemos, e que agora se fala em destituí-lo constitucionalmente por intermédio de um dispositivo legal que é o impeachment. 
Espera-se um grande debate jurídico, já que a decisão é essencialmente política e não encontra solução por si mesma. 
Que o sábio que nasceu na manjedoura ilumine os nossos caminhos, tão obscuros nesse momento. 
Queremos escrever sobre assuntos que não são notícias sensacionalistas, impossível neste momento de turbulência política. 
Que a lucidez prevaleça entre os responsáveis por esta nação!

Nenhum comentário: